sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Para Minha Família



Há marcas que ficam em corações amargurados
Há marcas que ficam em corações apaixonados
Mas sempre existem marcas maiores que o tempo nunca apagam
Ser pai é uma marca incomparável
Colocar em seus braços todos esses pedacinhos de vida que brotaram de um grande amor
Pedacinhos de vida que, mesmo sem ter ligação biológica constam nelas uma marca
ainda maior
A marca do amor, a marca de ser Pai.
As vezes temos vontade de ser mais.
Além de pai, super-heróis, retirar cada lágrima que escorre desses rostinhos amados e
fazer seu o sofrimento deles.
As vezes dá até vontade de estudar por eles
Dá vontade de SER por eles, para que o mundo não possa machucá-los
Viver sem ter a certeza do amanhã é rotina para qualquer um
Viver sem meus pequeninos é ferida que dói a cada partida para o trabalho
Sou grande, grosseiro e as vezes não expresso verdadeiramente o que sinto
Mas sou pai, isso ninguém me pode tirar.
Em cada grito ou repreensão está todo o meu amor
Minha vontade de vê-los crescer maiores que eu
Vontade de estar com eles ainda velhinho lhes emprestando minha experiência de vida
Cada dia é um novo aprendizado com meus filhotes e acho que nunca poderei comentar o
quanto os amo
O amor de pai é imensurável, não há como ter idéia, só sendo
Hoje comemoro os treze anos de minha filhinha mais velha
Hoje tenho certeza que fui abençoado com mais um ano em companhia desse pedacinho de mim
Ah, minha filha, sou tão ignorante no expressar, mas tenho muito, muito mesmo amor para te dar
Meus defeitos ficam apagados quando te olho a chorar, mesmo que seja por uma bronca
Pois sei que ajudei você a crescer mais um dia
A minha vida não tem valor sem você, sem seus irmãos, sem minha linda esposa, sem minha família
Amo muito minha vida, mas amo muito mais estar aqui para fazê-los felizes
Gostaria de lhes dar muita coisa, muito daquilo que sonham e anseiam
Mas preciso estar com os pés no chão para lhes dar o apoio e o alicerce que sou em suas vidas
Sei sim, que sou o porto seguro de vocês e nunca, eu ei de cair antes de vê-los realizados
Obrigado meu Deus, sei que não mereço tamanha felicidade, mas fico feliz em saber que o senhor
me ama, a ponto de me dar esse presente inigualável, minha família.


Boanerges Teixeira

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Virtudes


Sentimentos vazios, rostos entristecidos e envelhecidos pela discórdia geral, corações aflitos diante de entes perdidos. O que mais vos falta enxergar para perceber que se perderam durante esta jornada. O alerta já vos foi dado e ridicularizam os avisos divinos chamando à conversão. A certeza que vos falta jamais será completada. A parte que completa este elemento perdido está bem distante de vossos olhos orgulhosos. Sentem-se vazios cada vez mais, pois escolheram como guia o dinheiro e o poder. 
Nada podem fazer para mudar o que está escrito desde o princípio, nada podem pedir que mude vossos destinos que interpelam  a vontade divina da felicidade. Em verdade, para aquele que crê, sempre há tempo, e o criador não nega sua infinita misericórdia a ninguém, mas será mesmo que imaginam uma eternidade de brios e contentamento sem pagar a dívida que acumulou ao longo de anos de miséria terrena? O verdadeiro sentido do perdão não é a negação de vossas dívidas. O verdadeiro sentido do perdão divino é a oportunidade de lhes colocar frente a frente com teu credor e restituíres o que lhe deve. Amai-vos, disse teu senhor, negaste há muito a maior parte de todos os seus mandamentos. Falseias uma postura hipócrita de bom cristão em pequenos momentos de caridade forçada e sem coração. É hora de refletir se estás pronto para pagar o que deves a humanidade, ao teu próximo. Se alimentares, vestires, ou enxugares as lágrimas de qualquer um de meus pequeninos, é a mim que o fazes. As virtudes que os elevarão ao altar do senhor são bem mais simples que todo esse cataclisma de atitudes pensadas, insensatas e sem propósito. Está a descer o Espírito Santo de Deus, prepara-lhe o reino para seu regresso, tens consciência de tudo que viveu e o que podes mostrar como fruto desta dádiva que é a vida? Reflitam...

Boanerges Teixeira