quinta-feira, 26 de junho de 2014

Aprendendo a caminhar com Deus

Refletindo muito hoje sobre as nossas necessidades e anseios. Sempre estamos escravizando nossas mentes com nossos objetivos materiais e profissionais. Damos muita importância a nossa sede de melhor viver. E em determinado dia da semana vamos orar a Deus dizendo: "Confio em ti Senhor, que seja feita a tua vontade...", será? Será que aguardamos as portas do Senhor se abrirem diante de nós ou queremos sempre as mais largas? Daí vem angústias, intolerância, desgosto, como se o mundo tivesse culpa da nossa ambição pessoal. Quanto somos imaturos em termos de fé, quanto precisamos conhecer o amor de Deus para conosco, quanto ainda temos que reconhecer nossa insignificância diante Dele. Somos impelidos sempre a buscar mais, e mais, e mais...isso não é inconformar-se com a situação, isso é duvidar que existe uma gerência divina sobre sua vida. Precisamos crescer sim, mas já percebeu que quando segue o roteiro divino tudo parece acontecer naturalmente. Aquela sonhada promoção no trabalho, a casa própria, o carro novo, tudo parece que conspira a favor, e o nome disso é amor de Pai. Ele não te promete grandes luxos, é verdade, mas te promete dignidade e o necessário para que se cumpra sua jornada da melhor maneira possível. E quando não tens o básico? E a promessa de Deus? Lembrai então da grande escola chamada humanidade, foste matriculado nela para evoluir, e ninguém evolui igual a ninguém, uns precisam mais que outros se aperfeiçoar em determinada matéria. Nunca duvide do amor de teu Pai, sempre terás o melhor dentro de tua condição evolutiva, acredite! "A ti meu filho amado reservei o melhor, se ainda sofres nesse mundo acredite, terás o melhor lugar em meu reino. És muito amado e nada pode modificar meu amor por ti. Sofro contigo quando escolhes erradamente o caminho, mas nunca te abandono, sempre há um de meus anjos a curar-lhe as chagas, a consolar teu coração. Aguenta firme meu filho, estou te esperando ansiosamente.
Ass: Teu Pai..."


Posted via Blogaway

quarta-feira, 25 de junho de 2014

Perdoa-me Senhor

Tanta coisa para fazer, tanto no que pensar, muito pouco do que se orgulhar. Nada teme aquele que mantêm o foco no alto, nos sábios conselhos deixados pela única pessoa que já nos amou, e ainda ama realmente, com todos os nossos defeitos. Já aos que devaneiam nos circos impostos pela falsa humanidade, que adoram esses personagens como se deuses os fossem, lamento muito, seu ranger de dentes não será ouvido e clamarão por misericórdia. Deus em sua infinita bondade nos chama diariamente a uma mudança profunda em nosso ser, ele quase nos implora para que não nos afastemos da sua glória, mas nos falta sabedoria, humildade e acima de tudo, prudência. Ah, quão grandioso é o espírito que se ressente pelos aflitos, que não consegue sorrir diante de tantos gemidos de dor e fome, que abdica de seu lazer para levar consolo àqueles que nem o básico tem para viver. Não, não é simples predileção do Pai, é justiça. Há alguém nesse plano que ainda não percebeu a gravidade destes tempos? Não, há os que fecham os olhos ao sofrimento e abrem o sorriso às aberrações de nossos irmãos. Gritam, bebem e se desesperam diante de um nada de emoções, que os retiram de seu caminho divino e os entregam à destruição eterna. Bem verdade, temos o livre arbítrio, porém não confundir com a libertinagem. Existem leis para os homens, que as temem, as vezes, por medo de punição. E as leis divinas, porque não as seguimos? Pensamos talvez, em nosso íntimo orgulhoso, que Deus é oura misericórdia, ele vai entender. Lembro-vos pois, que acima de todos os atributos divinos está seu senso de justiça, além de suprema sabedoria. A quem pensamos enganar? Somente a nós mesmos. E nesse vazio caminhamos perdidos, desperdiçando alegria com quem não as merece, quando um simples sorriso poderia aliviar um enfermo. Peçamos hoje perdão, por toda nossa falta de bom senso para com nosso Criador, que tanto cuida de nós com carinho e desvelo... Podem deixar, eu começo: Perdão Senhor...


Posted via Blogaway

domingo, 22 de junho de 2014

Caminhar Seguro

Já se perguntou: Porquê isso acontece comigo, parece que nada dá certo? E o pior, a resposta nunca vêm. Te digo, quando não te entregas às graças de teu Pai, todo o caminho parece escuro, angústias te envolvem diariamente, e tua mente te torna refém de teus medos. Quando Deus te pede para entregar e confiar, tens que fazê-lo em plenitude, não podes puxar de volta. Tens que se permitir ser um pouco o filho mimado a quem nada de ruim irá acontecer, e as poucas quedas que tiveres será puro aprendizado, e Ele te diz: "Levanta para cair de novo!". É realmente incrível, como toda ótica como observamos o mundo a nossa volta muda quando nos permitimos conduzir por esse amor. Tudo parece dar certo! E mesmo quando não conseguir o que quer, não haverá desânimo, pois foi apenas um: " Por aí não... ". E segue feliz pela paz que os cuidados que teu Pai maior tem contigo. Ah meus irmãos, e como a caminhada fica mais fácil, mais estimulante, não estamos só! Hoje Jesus te convida a deixar que Ele planeje tua vida, se limite às pequenas decisões, e deixe as maiores com Ele. Nada te é imposto como prova imbatível nessa vida, há limites até para os obstáculos, não os veja maiores do que realmente são. Siga com passos firmes e saiba que não há obstáculo intransponível para quem é conduzido por Deus. Você pode! Você vai vencer sempre! Reserve pequenos minutos diários para entregar o seu dia nas mãos de teu Criador, e sinta as maravilhas de uma vida sem limites.


Posted via Blogaway