sábado, 21 de junho de 2014

O poder da língua

Deus nos dá hoje mais uma grande lição. Guardai vossas línguas, ela não representa tua essência, ela cultiva mais discórdias e inimizades que pensais. Sábio aquele que ouve bem mais que fala, pois promove a harmonia e escuta o razoável. Respeitei vosso corpo, ele tem uma boca e dois ouvidos, e como nada na criação é por acaso, temos nessa matemática um recado bem dado do Criador. Façamos de nossas vidas terreno de pura compreensão, iluminemos nossos corações para que a mente nunca nos fale à frente. Deus reside aí, nesse lugar sagrado e imaculado de tua alma, no coração. Não veja o órgão, veja o centro de luz que resplandece a grandeza do teu espírito. Hoje vamos dormir com essa pequena oração e pedir ao Senhor que nos oriente as palavras sempre:
Senhor, a ti hoje entrego-me mais uma vez. Faço da minha vida a tua vontade, e que nesse caminho eu possa aprender a controlar minha língua, principalmente quando ela quiser ferir alguém. Dai-me Pai, a mansidão do Sagrado coração de Jesus, e sobre mim derrama o bálsamo da tua misericórdia. Guia os meus passos e ensina-me a ser sábio, quando minha mente quiser dominar meu coração. Sede minha luz por toda essa escuridão e desvia do meu caminho as más tendências de meus irmãos, que ainda não te conheceram como eu. Peço a ti, que me conceda a graça de estar sempre com nossa mãe Maria Santíssima, pois sei que seu amor maternal me guiará sempre a ti. Obrigado Pai pelo teu amor, obrigado por me fazer mais uma vez instrumento em tuas mãos.
Deixo convosco a paz do Santo Espírito de Deus e a leitura de sua lição para nossas vidas hoje.
Boa noite.

Leitura: Provérbios 18


Posted via Blogaway

sexta-feira, 20 de junho de 2014

Vazio


Sente-se afastado, sozinho, como se teu espírito vagasse sem rumo por esta jornada tão dolorosa. Não vos inquieteis, nada mais é que mais uma prova que és fiel ao teu Pai maior. Àquele que tem fé, pode até sentir fisicamente a solidão do espírito, mas jamais faltará em seu coração o amor e a doçura do Pai. Tempos de desligamentos maiores ainda virão, pois imensa camada de escuridão bloqueia vossa atmosfera. São os maus pensamentos, as iniqüidades contra a vida, as intolerâncias contra os irmãos menos afortunados. Vossa oração tem que percorrer um caminho cada vez mais espinhoso pada chegar aos céus, ore com ainda mais fervor. Deus sempre escuta tuas angústias, porém as amarras da matéria isolam tua alma da fonte divina de luz, isso te dá a sensação de vazio. Creia que és ouvido, mesmo que teus instintos digam o contrário, creia que mesmo que não peças será atendido. Mantenha-se focado nas boas experiências, isole o mundano e o tendencioso às malícias da carne. Aguenta firme, é só mais uma etapa. Sempre que puder, mortifica um de teus desejos materiais, isso te fará mais alto e te fortalecerá junto a Deus. Coloca como prioridade agora acumular os tesouros eternos, esse ninguém pode tomar-te. Agradece pois a ti foi permitido mais um dia, pois a muitos esse direito foi tomado. Nada é definitivo, pois a misericórdia de teu Pai é infinita, Ele só não suporta injustiças. Então sede sábio, ora ainda mais para quebrar essa barreira entre o corpo e o espírito, torna-te unidade. Lembrai sempre que a carne fraquejar: "Bem aventurados os sofrem por sede de justiça, pois estes serão elevados a glória da ressurreição". Sois mais que carne, sois fonte de infinita riqueza divina, que foi lançado a distribuir tais atributos aos menos favorecidos. A vida foi feita para ser vivida, dizem muitos, e eu te digo, a vida foi feita para chegássemos a verdadeira vida. Coragem, agora falta pouco mais que um sopro...

Posted via Blogaway

domingo, 15 de junho de 2014

Somos pequenos

Sabe, muita coisa muda quando somos nós provados em nossa fé. Sentimentos caem como água em enorme cachoeira, sonhos destruídos, falta até o chão. E eis que nos vemos diante de um dilema que nos força a repensar tudo que ensinamos aos outros: Tudo isso para quê? Sim, a nossa fé é forte, é sincera e busca uma evolução diária, mas como somos fracos dia de nossa humanidade. Todos os ensinamentos, palavras e intuições enviadas por Deus se esvaem de nossas mentes como se ali nunca estivessem. Perdoa-nos Pai, por questionar teus desígnios, perdoa quando ao invés de nos resignar alimentamos decepções e mágoas. Perdoa-nos quando por nossa pequenez a não conseguimos alcançar a tua misericórdia. Perdoa-nos quando somos impelidos ao mundano quando deveríamos ser divinos. Sentimos tua falta Senhor, pois hoje viajamos para longe e esquecemos de te levar. Sentimos a falta do teu calor de Pai e do teu afago em nossas lágrimas. Precisamos ardentemente regressar aos teus braços, mas precisamos de ajuda, precisamos que nos estenda a mão e nos puxe com força. E ao retornarmos, não nos deixeis entregues a nossas vontades, mas que se faça a tua. Alimenteis nossos corações com o bálsamo do teu amor, por favor Pai. Nos sentimos tão só, nunca nos imaginamos órfãos de ti, é duro, é amargo. Falta-nos hoje um pedaço, mas que a cura venha com um novo dia, onde esperamos em ti aquele: "Filho, tava te esperando, confia em mim...".


Posted via Blogaway