quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Mágoas, quais?

Custa-nos compreender o lugar do outro. Fazemos de nossas vidas eternas histórias incompletas, pela ausência de caridade no que tange aos irmãos de jornada. Quando o sofrimento é nosso, somos vorazes justiceiros dos outros e do mundo, somos doentes pela justiça que permitiu esse sofrimento. Mas quando o sofrimento é alheio, frases lógicas e soluções facílimas, não nos deixam compreender "porque sofrer por tão pouca coisa". Cristo nos disse: "Amai ao próximo como a si mesmo", mas na prática, fazemos pouco caso de tudo que não mexe com nossa pseudo tranquilidade. Veja como tua fé te conduz, seja coerente com suas orações, "...perdoai as nossas ofensas, assim como nós perdoamos nossos devedores". Se colocar no lugar do outro por breves minutos, pode te trazer benefícios imensuráveis à alma, é luz da misericórdia divina manifestando-se sobre teu corpo material. Vamos exercitar a caridade da alma, vamos repensar todas as supostas mágoas de nossos corações e acima de tudo, buscar solução ao vácuo de nossos corações, não engane a si mesmo, falta um pedaço e só a verdadeira caridade cristã te preencherá com o sublime amor do Criador.

Pai Boanerges de Ogum