quarta-feira, 31 de julho de 2013

Quem tiver ouvidos para ouvir que ouça - Parte 3

Revelação a Elias pelos anjos do senhor:

"Ficai atentos, vós os sensatos da terra, aos falsos profetas, que serão numerosos no final dos tempos! Eles vos ensinarão doutrinas que não são as doutrinas de Deus; subverterão as leis divinas.
Quem vai à guerra, para lutar, sem levar uma couraça? Por acaso aquele que avança sobre ele não o matará? Descumpriu, dessa forma, os planos do seu rei. Da mesma forma, ninguém deve dirigir-se ao Templo com um coração cheio de dúvidas. E aquele que, ao orar, hesita, procede como inimigo de si próprio e põe-se também em desacordo com os Anjos.
Guardai, pois, sempre um coração confiante no Senhor, para que tudo possais ver com clareza! "Assim, nem os reis assírios, nem o colapso dos céus e da terra, nem todas as forças do Hades poderão levar de vencida os meus", assim diz o Senhor! Eles não se abalarão diante das muitas lutas.
Os pássaros cairão mortos no chão. A terra ficará completamente seca e também secarão as águas do mar. Os pecadores sobre a terra suspirarão, dizendo: "Que nos fizeste, ó tu, Filho do Pecado? Tu que dizias: 'Eu sou o Ungido', quando na verdade és o Filho do Pecado. A ti mesmo não podes salvar, quanto menos a nós. Na nossa presença operaste milagres falsos, a ponto de haver-nos afastado do Ungido, que nos criou.
"Ai de nós, que te seguimos! Ficaremos agora mergulhados na indigência e na fome, onde está agora a presença de um justo, a quem possamos recorrer; onde está quem nos instrui, para que possamos invocá-lo? Agora seremos esmagados pela ira, pois acreditamos no Desobediente, contra Deus. Formos aos lugares mais fundos do mar, mas não encontramos água.
"Cavamos o leito dos rios até dezesseis côvados, igualmente não encontramos água." Diante disso, o Desavergonhado, naquele dia, cairá em gemidos, dizendo: "Ai de mim, que o meu tempo esgotou-se! Eu dizia que o meu tempo não haveria de passar. Agora os meus anos passaram a ser meses e os meus dias voam como grânulos fugidios de poeira. Agora encaminho-me convosco para a perdição. Voai imediatamente para o deserto! Agarrai os ladrões! Matai-os! Trazei para cá os santos!
"Por amor a eles a terra produza frutos. Por amor a eles volte também o sol a brilhar sobre a terra. Por amor a eles torne o orvalho a descer sobre a terra." os pecadores então cairão no choro, dizendo: "tu nos afastaste de Deus. Se tens a capacidade, levanta-te e persegue-os!" Então ele apanhará as suas asas de fogo e voará na perseguição dos santos. Lutará com eles mais uma vez. os Anjos ouvirão a batalha e acorrerão do alto e o atacarão com muitas espadas. Naqueles dias, o Senhor, ao ouvir o tumulto, ordenará aos céus a à terra, com grande ira, que se incendeiem. As chamas levantar-se-ão da terra a setenta e dois côvados de altura e consumirão os pecadores e os demônios, como se fossem caniços.
Naquele dia, haverá um julgamento justo; as montanhas e a terra responderão por si. Os maus dirão: "Ouvistes hoje a voz de algum homem que não chegou ao Julgamento do Filho de Deus?" Os pecados de cada um comparecerão à sua presença, da forma e no lugar" em que foram cometidos, tantos os pecados diurnos como os pecados noturnos.
Entretanto, os justos observarão os ímpios que serão castigados, vendo-os reunidos aqueles que outrora os perseguiram, e àqueles que outrora os entregaram à morte. Os pecadores, por sua vez, ficarão olhando os lugares reservados aos justos, e onde lhes será concedida a recompensa.
Naquele dia, será concedido aos justos aquilo que tanto suplicaram. Naquele dia, o Senhor julgará os céus e a terra; julgará aqueles que nos céus e na terra já se foram; julgará também os pastores do povo e os interrogará sobre o rebanho. Este ser-lhe-á entregue sem exceções.
E então descerão Enoch e Elias, desvestir-se-ão da carne do mundo e cobrir-se-ão das vestes do espírito. E então eles perseguirão o Filho do Pecado e o matarão, sem que ele possa abrir a boca.
Naquele dia, ele será aniquilado na presença d'Ele, diluir-se-á como o gelo ao fogo. Ele será esmagado como a um dragão, sem que possa dar um suspiro. E ser-lhe-á dito: "Passado é o teu tempo. Serás agora eliminado, juntamente com aqueles que em ti acreditaram."
E serão arremessados nas profundezas do abismo, e este desmoronará sobre eles. Naquele dia virá o Ungido, o Rei,procedente do céu, junto com todos os santos, e ateará fogo à terra, e o fogo permanecerá sobre ela por mil anos. Por ter sido ela dominada por pecadores, Ele criará um novo céu e uma nova terra, onde não existirá mais nenhum demônio.
Então ele reinará com os santos, enquanto sobe e enquanto desce; e os santos também estarão o tempo todo com os Anjos e com o Ungido, durante mil anos. 

Correio do Alto: Sinais dos Tempos 3:  Não pode aquele que traça a derrota da criação de Deus, fazer milagres em seu nome. Não pode ele ser bom e generoso, cheio de virtudes...

terça-feira, 30 de julho de 2013

Quem tiver ouvidos para ouvir que ouça - Parte 2

Digo-te abertamente o que agora está prestes a acontecer aos homens. Os príncipes dos anjos não sabem quando acontecerão estes fatos, pois estão agora escondidos deles. Então os reis dividirão o mundo entre si; haverá grande fome, grandes pestes e muitas tormentas na terra. Os filhos dos homens serão feitos escravos em todas as nações e perecerão pela espada. Haverá grande desordem na terra. Após isto, quando a hora do fim se aproximar, haverá grandes sinais no céu durante sete dias e os poderes dos céus serão colocados em movimento. Então, ao se iniciar a terceira hora do primeiro dia, haverá uma voz poderosa e forte no firmamento do céu; uma nuvem de sangue subirá do norte e a seguirão grandes trovoadas e fortes relâmpagos que cobrirão o céu inteiro. Então choverá sangue sobre a terra inteira. Estes são os sinais do primeiro dia.
E no segundo dia uma grande voz ressoará no firmamento do céu e a terra será deslocada de seu lugar. Os portões do Céu serão abertos no firmamento do céu do leste. A fumaça de um grande fogo irromperá pelos portões do Céu e cobrirá o céu inteiro até o oeste. Neste dia haverá medos e grandes terrores no mundo. Estes são os sinais do segundo dia.
E no terceiro dia por volta da terceira hora haverá uma grande voz no céu e as profundezas da terra rugirão dos quatro cantos do mundo. Os pináculos do firmamento do céu serão escancarados e todo o ar ficará cheio de colunas de fumaça. Um cheiro extremamente maléfico de enxofre durará até a décima hora. Os homens dirão: achamos que o final está chegando para que pereçamos. Estes são os sinais do terceiro dia.
E na primeira hora do quarto dia o abismo derreterá e escorrerá da terra do leste; então a terra inteira tremerá ante a força do terremoto. Neste dia os ídolos dos pagãos cairão bem como todas às construções da terra diante da força do terremoto. Estes são os sinais do quarto dia.
Mas no quinto dia na sexta hora repentinamente haverá grandes trovoadas no céu e os poderes da luz faiscarão e a esfera do sol explodirá e grande escuridão cairá sobre o mundo inteiro até o oeste. O ar ficará triste sem sol e lua. As estrelas pararão seu trabalho. Neste dia todas as nações verão como se estivessem envolvidas dentro de um saco, e desprezarão a vida neste mundo. Estes são os sinais do quinto dia.
E na quarta hora do sexto dia haverá uma grande voz no Céu. O firmamento do céu se partirá de leste a oeste e os anjos dos céus espiarão a terra pelas fendas dos céus e todos os homens que estão na terra verão a hoste angelical olhando do Céu. Então todos os homens fugirão para as tumbas e se esconderão dos anjos justos, e dirão: "Oh, que a terra possa se abrir e nos engolir". Pois essas coisas acontecerão como nunca antes desde que o mundo foi criado. Então eles me verão descendo de cima na luz de meu Pai com o poder e a honra dos santos anjos. Então na minha chegada as comportas do fogo do Paraíso serão abertas, pois o Paraíso está cercado de fogo. E este é o fogo eterno que devora o globo terreno e todos os elementos do mundo. Então os espíritos e as almas dos santos sairão do Paraíso e virão para a terra inteira, e cada um irá para o seu próprio corpo onde foi colocado; e cada um deles dirá: "Aqui jaz o meu corpo". E quando a grande voz desses espíritos for ouvida haverá um terremoto por toda a parte na terra e pela força desse terremoto as montanhas serão abaladas de cima e as pedras debaixo. Então cada espírito voltará para seu próprio veículo e os corpos dos santos que dormem acordarão. Então seus corpos serão mudados à imagem e semelhança e honra dos santos anjos e ao poder da imagem de meu Pai santo. Então eles vestirão a veste da vida eterna: a veste da nuvem de luz que nunca foi vista neste mundo; pois esta nuvem desce do reino superior dos céus pelo poder de meu Pai, e investirá com sua glória todo o espírito que acreditou em mim. Então eles serão vestidos e, como te disse antes, levados pelas mãos dos santos anjos. Então eles serão carregados pelo ar numa nuvem de luz, e se rejubilando irão comigo para os céus e permanecerão na luz e na honra de meu Pai. Então haverá grande alegria para eles na presença de meu Pai e na presença dos santos anjos. Estes são os sinais do sexto dia.
E na oitava hora do sétimo dia haverá vozes nos quatro cantos do Céu. Todo o ar será colocado em movimento e preenchido com santos anjos. Estes guerrearão entre si durante o dia inteiro. Nesse dia os eleitos serão libertados pelos santos anjos, da destruição do mundo. Então todos os homens verão que a hora de sua destruição se aproximou. Estes são os sinais do sétimo dia.
E quando os sete dias terminarem, no oitavo dia à sexta hora haverá uma voz delicada e agradável no céu do leste. Então o anjo que tem poder sobre os anjos santos se manifestará. E irão com ele todos os anjos sentados na carruagem de nuvens de meu santo Pai, rejubilando-se e voando no ar sob o Céu, para libertar os eleitos que acreditaram em mim; e eles se rejubilarão que a destruição do mundo chegou.
As palavras do Salvador para Tomé sobre o fim deste mundo estão concluídas.

Correio do Alto: Sinais dos Tempos 2: Não pode aquele que traça a derrota da criação de Deus, fazer milagres em seu nome. Não pode ele ser bom e generoso, cheio de virtudes...