domingo, 27 de novembro de 2016

A Santa Batalha

Bendito aquele que crê, independente de suas convicções pessoais. Eleva-te ao altar de teu Senhor, mostra-te humilde e cheio da graça, é hora de elevar-se guerreiros e não covardes. Àqueles que se submeterem a parcialidade de seus medos, resta-lhe a desgraça eterna, aos destemido cavaleiros do Senhor, força e fé pois teu Pai é contigo. Não existe morte para aquele que luta do lado da fé, existe a redenção e a glória. Ogum guerreiro, cavaleiro invicto das batalhas divinas, mais uma vez reúne seus nobres cavaleiros em busca da vitória divina sobre o mal. Ajoelha-te e pede a graça da verdadeira fé, ilumina teu espírito com a virtude do bom coração. Sede puro e ouve a trombeta da batalha a soar, são os cavaleiros a cavalgar ao fronte. Não relute, não minta a si mesmo, desembainha tua espada e ora oferecendo teu espírito ao Criador de todas as coisas. Estamos diante de nossos inimigos, àqueles que tremem diante da face do Senhor, mas que gargalham e desdenham diante de seus guerreiros. A fé não mais se substancia em orar, mas precisamos lutar, literalmente, com todas as nossas forças. Magos, feiticeiros e mestres da alta magia do bem, são conclamados ao fronte de batalha, não reneguem vossa origem ou vosso mestre, a vitória é certa e o futuro glorioso ao santo exército de meu Pai. Não somos mais três, somos um, Ogum nos lidera e o sangue inimigo derramará a penitência sobre suas existências.
Avante guerreiros da luz, Orixás se unem em um só brilho, o brilho da vitória em Deus.

Pai Boanerges de Ogum